Este tópico contém respostas, possui 2 vozes e foi atualizado pela última vez por  Bayushi Shido 1 ano, 8 mes atrás.

Visualizando 3 posts - 1 até 3 (de 3 do total)
  • Autor
    Posts
  • #36381

    renanbarcellos
    Participante

    Então, galera, lá na comunidade do face, quando eu pedi sugestões de ideias para novos posts no blog em que escrevo, sugeriram um post voltado para iniciantes, no caso, para gente que nunca ouviu falar do cenário e do sistema.

    O que vocês acham que um post assim deveria ter? Imagino que é importante ter bastante imagens, já que a estética do jogo é bem particular, mas como acham que eu deveria tratar esse tema de introduzir o L5A a quem nada conhece?

    É interessante comparar com outros sistemas e cenários mais conhecidos (cof cof D&D)? Ou melhor tentar apresentar sem fazer comparações para tentar mostrar o que realmente L5A é?

    #41560

    Bayushi Shido
    Participante

    Respondendo um pouco tarde (quase 1 ano depois).
    Eu evitaria comparar com D&D, explicaria direto como L5R funciona, dividiria em tres partes.

    A) Mecanica
    Aqui seria irrelevante vc ja conhecer outros sistemas, nao existe necessidade de comparar com DND ja que a mecanica é mais similar com “Vampiro*”
    Os jogadores tem que aprender como o combate e a corte funcionam em jogo para conseguir criar um personagem da forma que querem.
    Nota que as mecanicas (pericias) da corte sao bem importantes, um personagem sem pericias “sociais” (Altas pericias) entraria em apuros facilmente caso fosse tentar ser mais ousado na corte. Entendo que a interpretação as vezes pode salvar mas temos que tomar cuidado, om Bushi Caranguejo com 0 em todas as “Altas Pericias” dificilemente sairia discursando por ai.
    Exemplos de testes sociais e combate ajudariam os iniciantes 😀

    B) Interpretação
    Interpretar um Samurai é diferente de interpretar um ladino caotico e neutro, vc nao vai sair por ai mentindo e roubando, vc tem um dever para com a familia, senhor e Imperador. Esse conceito é dificil de entender e facilmente esquecido.
    Aqui tambem acho desnecessario comparar com outro sistema.
    Se vc joga DND e ler que tem que interpretar algo diferente, vc vai entender (embora talvez nao consiga inicialmente por algum tipo de vicio ou preguiça).
    Se nao joga, vai ser irrelevante saber como funciona em outro sistema.
    Tem toda a parte de politica, castas sociais, etc! Aqui que o jogo pega!

    C) Historia
    Aqui ate é mais tranquilo, futuros jogadores tem que entender como o mundo funciona mas eu acho bem mais facil do que decorar como 10-20 Deuses pensam e agem.
    Acho a historia bem facil de entender, so é dificil de “mante-la” na mente (muita coisa em japones, tenho ate bloco de notas pra nao me perder).
    4 Edição deixa o mundo “Your way”, entao o mestre pode se sentir livre pra mudar as coisas e deixar o jogo mais a sua maneira.

    Bem, nao sei se ajudei.
    Bem provavel que ja tenha escrito muita coisa mas nao queria deixar o topico em branco!

    #41564

    Bayushi Shido
    Participante

    Ahhh, esqueci de falar.
    Os artigos ficaram bons!

Visualizando 3 posts - 1 até 3 (de 3 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.